Exposição Caima 130 anos e PalestraVisita à exposição, Palestra e Assembleia Geral


INTRODUÇÃO

Treze décadas representam um marco relevante na história de uma indústria portuguesa. Sobretudo se considerarmos que sobreviveu, cresceu e desenvolveu-se em épocas distintas da História de Portugal.

A Caima – Indústria de Celulose, SA nasceu em 17 de Maio de 1888, no fim do reinado de D. Luís I. Depois da monarquia veio a I.ª República, a Ditadura Militar, o longo período do Estado Novo, a Revolução dos Cravos, a adesão à CEE e a nova era da globalização.

Resistiu às duas Grandes Guerras, quando as dificuldades se acentuaram dramaticamente.

Na sua génese estão empresários londrinos que resolveram investir numa fábrica de pasta de papel de processo químico para o mercado internacional.

A Caima, nos seus 130 anos, mostra-se com exemplo do que foi, do que é e do que pretende ainda ser enquanto instituição empresarial, centro de trabalho, compromisso social e legado histórico.


Imagem da exposição


ORADOR
 
Jorge Custódio Doutorou-se pela Universidade de Évora. Investigador integrado do Instituto de História Contemporânea, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Docente de Arqueologia Industrial e Museologia Industrial entre 2004 e 2014. Dirigiu o Projecto Municipal Santarém a Património Mundial (1994-2002), o Convento de Cristo (2002-2007) e o Museu Nacional Ferroviário (2009-2011). Foi comissário da exposição Arqueologia Industrial: Um Mundo a Conhecer um Mundo a Defender, realizada na Central Tejo, Lisboa (1985) e da exposição 100 Anos do Património. Portugal 1910-2010. Memória e Identidade, na Galeria D. Luís, Palácio da Ajuda, entre outras exposições. 
Foi coordenador e director de diversas intervenções de arqueologia industrial. Desenvolveu projectos de musealização que estiveram na criação de vários museus industriais e técnicos (Covilhã, Maceira Lis, Silves, Moncorvo, Santarém, Entroncamento, Alhandra).
 
 
DESTINATÁRIOS
 
Todos os sócios e não sócios da Tecnicelpa, com interesse em história industrial, nomeadamente numa fábrica de pasta com 130 anos de existência.  
 

PROGRAMA

16:00 Receção e registo dos inscritos para a Visita e Palestra

16:10 Visita guiada à Exposição 130 anos Caima - de Albergaria a Constância (aberto ao público em geral, desde que atempadamente inscrito)

17:30 Palestra por Jorge Custódio, (aberto ao público em geral, desde que atempadamente inscrito)

  • Tema: "Na génese da Fábrica de Pasta de Papel da Caima: Minas, Quintas e Madeiras"

18:30 Assembleia Geral da TECNICELPA (Exclusivo para sócios da Tecnicelpa)

19:30 Jantar convívio (Exclusivo para sócios da Tecnicelpa inscritos)




COORDENAÇÃO

R. Amorim Rosa, 38– 1º dto
2300-450 TOMAR

Telf/fax 249 324 858
Telem: 919 373 636
E-mail: info@tecnicelpa.com



DADOS DO EVENTO

Data:
22 de março 2019

Horários:
entre as 16:00 e as 19:30

Local de realização da ação:
Casa Memória de Camões

Rua da Barca, nº 1
2250-011 CONSTÂNCIA

telf: 249 324 858

COORDENADAS GPS:
Latitude: 39º 28' 30'' N - Longitude: 8º 20' 16'' W

Ver no Google Maps

Prazo limite inscrição:
19 de março 2019



INSCRIÇÃO
Inscrições Online: Formulário

INSCRIÇÃO on-line gratuita, mas sujeita a registo prévio obrigatório
(até dia 19 de março)

Acesso livre à visita à exposição e Palestra, para sócios e não sócios da Tecnicelpa.

Restantes atividades são de acesso exclusivo a membros, conforme indicado no programa.

 



Casa Memória de Camões - Constância


TECNICELPA - Desde 1980 a contribuir para a valorização técnica dos seus associados.


powered by OTUOC